quinta-feira, 6 de maio de 2010

Story-Time! O Oculto Scrum Meeting de Kane Mar

backlog 

Sua equipe tem dificuldade de previsão em relação ao projeto ser completado? Você tem um grande número de estórias não estimadas no seu product backlog? Suas reuniões de planejamento consomem vários dias e com confrontos? Se for assim, pode ser que você esteja esquecendo crescimento do product backlog.

Ken Schwaber em geral, informa que a equipe deve dedicar cinco por cento do seu tempo (em todos os Sprint) para cuidado do backlog. Este processo é geralmente conhecido como cuidado ou manutenção do backlog. Uma boa definição:

“Há muitas coisas na preparação de um backlog para um futuro trabalho. Adição de novas estórias e estórias já existentes, um extrato estórias existentes,  tamanho, adicionar valores para melhorar e assim por diante.”  Dr. Dan Rawsthorne, CST

Muitos clientes reconhecem a recomendação Schwaber dos cinco por cento, mas não seguem. Eles entendem que precisam gastar cinco por cento do seu tempo no cuidado do backlog, evitando o crescimento ruim. Mas não conseguem fazer isso, conseqüentemente, suas reuniões de planejamento se tornam tensas e longas.

Kane Mar (O autor) há vários anos defende o cuidado explicito do backlog como parte do Scrum. Ele aconselha as equipes estabelecer uma programação regular com reuniões semanais que durem duas horas. É uma oportunidade para discutir e cuidar do backlog, sendo assim a reunião de planejamento poderá ser eficiente e produtiva. O autor chama essas reuniões "Story-Time".  Embora não seja uma parte formal do Scrum, ele descobriu que “Story-Time” melhora o planejamento do projeto e reduz reuniões de planejamento de confronto, que são comuns para muitas equipes.

A reunião “Story-Time” deve ser realizada na mesma hora e local todas as semanas e envolvendo toda a equipe, incluindo o PO e Scrum Master. A única intenção desse encontro semanal é trabalhar através do backlog a preparação para o trabalho futuro. Isso pode incluir a adição de novas estórias e já existentes, divisão de estórias grandes e dimensionamento.

Portanto, se sua equipe passa a maior parte do planejamento de reuniões discutindo sobre semântica, considere as reuniões “Story-Time” como racionalização para previsão. O autor cita que:

“Eu adoraria saber como ela impacta seu dia-a-dia.”

Fonte:

Story-Time! The hidden Scrum meeting by Kane Mar

Bye see you next post

Nenhum comentário:

Postar um comentário