segunda-feira, 28 de março de 2011

Vídeo TED: O caminho entre o "não" e o "sim" by William Ury

William Ury, autor de "Gretting to Yes" oferece uma maneira elegante e simples (mas não fácil) de criar um acordo mesmo em as situações difíceis:

http://www.ted.com/talks/lang/por_br/william_ury.html

Fonte:

“The walk from "no" to "yes"” by William Ury:

http://www.ted.com/talks/william_ury.html

Ta-ta for now

sábado, 26 de março de 2011

História do Sistema Toyota de Produção (TPS)

Os dois vídeos são sobre a história do Sistema Toyota de Produção (TPS) e abrangem o período desde os tempos da fabricação de teares até atualidade:

 

Fonte:

http://www.aliadaconsultoria.com.br/

www.youtube.com/watch?v=c6KVeDbgRgU

www.youtube.com/watch?v=6vmdVR9dzPM

Ta-ta for now

terça-feira, 22 de março de 2011

Dez Dicas para Melhorar o Produto Backlog

fila

Trabalhar com um produto backlog pode ser desafiador e, os PO’s lutam com atrasos longos e backlogs detalhados. As seguintes dicas ajudam a manter o foco no produto backlog:

  • Derive seu produto backlog da visão do produto;
  • Certifique-se que o seu produto backlog é detalhado de forma adequada e priorizada;
  • Use uma abordagem estruturada, ou seja, um produto backlog hierárquico;
  • Deixe o seu produto backlog visível;
  • Mantenha o seu produto backlog focado e conciso;
  • Utilize as estórias de usuários para capturar os requisitos funcionais;
  • Use riscos, dependências e liberação para decidir o tempo que um item deve ser implementado;
  • Gerencie requisitos globais não-funcionais com cuidado;
  • Cuide de seu produto backlog regularmente de forma colaborativa;
  • Certifique-se que os principais itens estão prontos.

Fonte:

“Roman’s Top Ten Product Backlog Tips” by Roman Pichler:

http://www.romanpichler.com/blog/product-backlog/top-ten-product-backlog-tips/

Ta-ta for now

domingo, 20 de março de 2011

Equipes que não Gostam de Reuniões Diárias

ginastica

Algumas equipes não gostam de reuniões diárias, pelas seguintes razões:

  • Elas já se comunicam muito bem;
  • Elas colaboram com Scrum Master na resolução das questões;
  • Elas recebem toda a orientação necessária do PO;
  • Elas não precisam escrever post-it em um quadro na parede;
  • Elas não necessitam do gráfico de burndown.

Algumas questões:

Vale apena manter a reunião diária? Ou esta faltando algo nestas equipes? Ou estas equipes chegaram ao mais alto nível de auto-organização e produtividade que não precisam mais da reunião diária? O que você pensa sobre isto?

Na verdade estas equipes estão abandonando a cultura ágil (valores, princípios e práticas). E será que elas conseguirão os mesmos resultados com outra cultura?

Fonte:

“Daily Scrum Standup Meetings “ by ScoutMaster for AgileScout.com:

http://agilescout.com/daily-scrum-standup-meetings/

Ta-ta for now

domingo, 13 de março de 2011

Livro Caindo na Real by 37signals

caindo na real

O livro “Caindo na Real” foca a construção de aplicações web, mas também mostra idéias para atividades que não são de software. Há sugestões sobre equipes pequenas, prototipação rápida e muitas outras que podem servir como um guia para quem esta começando um negócio.

Aconselho o livro para empreendedores, designers, programadores ou marketeiros.

A tradução do livro em português esta no seguinte site: http://gettingreal.37signals.com/GR_por.php

Obrigado a toda equipe envolvida na organização, tradução e revisão:

Organização: Fabio Akita

Tradutores: Herval Freire, Juraci Krohling Costa, Marcello Rocha, Diogo Bispo, Adriano Mitre, Ricardo Augusto, Rodrigo Kochenburger

Revisores: Mateus Del Bianco, Diogo Bispo, Davis Zanetti Cabral, Gustavo Cardoso, Ricardo Augusto

Fonte:

gettingreal.37signals.com/GR_por.php

Ta-ta for now

domingo, 6 de março de 2011

Pessoas Ágeis

agile people

As equipes ágeis bem sucedidas são feitas por pessoas que têm as seguintes características:

  • Tem paixão pelo que fazem;
  • Tem compreensão e compromisso de equipe. Elas ganham e perdem como equipe;
  • O software é difícil e existem restrições. As pessoas da equipe reconhecem e compreendem essas limitações. E sabem como combater as mesmas;
  • Trabalham com as boas práticas da engenharia de software, tais como: testes automatizados, integração contínua, TDD, ATDD, BDD, FDD, código limpo e refatoração;
  • Adaptáveis as mudanças do projeto;
  • Valorizam a simplicidade e abominam a complexidade;
  • Elas são especialistas em alguma área, mas também conhecedoras de outras áreas;
  • Elas desenvolvem um produto de software que acrescente valor ao cliente;
  • Elas são pensadoras e questionadoras;
  • Elas preocupam-se profundamente com sua equipe e seus clientes.

Fonte:

“Agile People Are…” by Jungho Kim:

http://www.architech.ca/2010/05/agile-people-are/

Ta-ta for now

Podcast: Como motivar sua equipe by Eliana Dutra

Uma equipe dá o melhor de si quando existe confiança entre o líder e a equipe:

http://vocesa.abril.com.br/desenvolva-sua-carreira/podcast/como-motivar-sua-equipe-491903.shtml

Fonte:

“Como motivar sua equipe” by Eliana Dutra:

http://vocesa.abril.com.br/desenvolva-sua-carreira/podcast/como-motivar-sua-equipe-491903.shtml

Ta-ta for now

Criando um Mapa Mental com MindMeister

Vídeo que mostra como criar um mapa mental com MindMeister:

Fonte:

“Como criar mapas mentais - Parte 1 – MindMeister” by konfide:

http://www.videolog.tv/video.php?id=630567

Ta-ta for now

quarta-feira, 2 de março de 2011

Criatividade sem Inovação não Basta

Não basta apenas ser criativo, tem que ser inovador. Vídeo de Waldez Ludwig - Criatividade versus Inovação:

Fonte:

Vídeo Criatividade versus Inovação by Waldez Ludwig:

www.youtube.com/watch?v=gDJkbsfT55w

Ta-ta for now

terça-feira, 1 de março de 2011

Os setes desperdícios de software

desperdicio

O Desperdício é tudo que não agrega valor ao cliente. É um dos dois princípios mais importantes do Lean, o outro é respeito às pessoas.

Os setes desperdícios de software são:

  • Trabalho incompleto;
  • Excesso de processos;
  • Excesso de funcionalidades;
  • Troca de tarefas;
  • Handoffs;
  • Atrasos da equipe por causa da dependência de outra e funcionalidades desnecessárias;
  • Defeitos não encontrados em testes.

Fonte:

Desenvolvimento de Software Lean - Curso de Verão 2009 - IME/USP by Eduardo Katayama e Hugo Corbucci:

http://ccsl.ime.usp.br/agilcoop/files/AgilCoop-Verao2009-Lean.pdf

Ta-ta for now